Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2015

São minhas engrenagens

Imagem
Me perguntaram quem sou de verdade, o que há dentro de mim. Sente o cheiro de queimado? São minhas engrenagens, se abrirem minha cabeça tudo estara queimando e prestes a explodir. Estou ardendo lentamente e padecendo a minha própria confusão. Eu crio caos, travo batalhas épicas com meus pensamentos e não sei como o mundo não consegue escutar isso. Tudo é tão silencioso por fora, enquanto por dentro as caixas de som estão no volume máximo. É difícil ter ideias, difícil encontrar um meio de conter tudo antes que para fora. É tudo tão difícil e eu ainda sou capaz de de dificultar mais ainda. É como se eu rasga-se com minha unhas as feridas quase cicatrizadas em minha pele, como se eu fosse atrás da dor novamente.

Palavras na madrugada

Imagem
As melhores ideias vêm a meu encontro na madrugada. Ricas amantes de pernas finas e curvas diferentes , que me atiçam e fazem com que eu traía meu tão valioso sono. São irresistíveis, é claro, e sei que caso eu resista não poderei encontra-las de novo pela manhã. Devo me render as suas vontades, ou esperar que se partam e ser fiel a meu descanso? Eis a questão, mais um número no meu exercício diário de dúvidas. Quem há de corrigir, e verificar, se minhas respostas estão corretas? Se eu, um pobre coitado, não estou adentrando o caminho errado pela centésima vez? Ah de no julgamento as cartas serem postas na mesa, e será que meu sono excessivo ao decorrer do dia juntamente com a obsessão de continuar escrevendo, justificam todos os meus outros atos? Teria sido diferente se eu me pusesse a dormir, eu teria não errado tanto. Acho que posso tentar mudar agora, mas amanhã eu começo, quem sabe, no entanto por hora, mesmo tomado pela fadiga pretendo continuar escrevendo.

Cuide bem do meu coração

Imagem
É o calor das suas mãos que eu quero sentir pelo resto da minha vida. Essa sensação de infinito da qual eu acreditava só ser possível presenciar raras vezes, eu sinto na verdade toda vez que seus dedos entrelaçam os meus. É curiosa, e meramente estranha a forma como meu coração acelera no ritmo da sua respiração. Ele não bate mais por mim, não mesmo. Não segue mais meus comandos, não me mantém viva para que eu viva por mim, mas sim para você e por você. Ele deixou de ser meu, escolheu um novo dono, cuide bem, viu? E me devolva o interio caso um dia ele não bata mais.

Eu amo por demais

Imagem
Borboletas no estômago, sorrisos cobrindo o rosto e na mente e nos olhos um milhão de estrelas. São círculos e círculos com vários quadradinhos dentro. É uma confusão de cores e sabores e sensações diferentes a cada segundo que passa. É difícil de explicar, talvez porque realmente não dê ou talvez porque não tenho capacidade para executar tal feito. Só os loucos são loucos o suficiente para dizer e sentir o que é o amor, pois só eles de fato sabem e sentem. Então, meu Deus, perdoe minha falta de sanidade, só posso ser louca, doida de pedra, completamente alucinada. Pois sim, eu amo, e amo por demais.

Cidade fantasma

Imagem
Está é uma cidade fantasma repleta de solidão a cada esquina que se cruza. Estão todos mortos, sem vontade alguma de ressurgir das cinzas. Por quê? Por que deixaram que isso acontecesse? Por que não lutaram por suas vidas? São todos tolos, cegados por tudo, ingênuos vagabundos que deixaram de ser quem realmente são para ser quem querem que eles sejam. Ora, será que a vida é isso? Se todos são fantasmas por que não ser um também? Controlado, padronizado, absolutamente igual a qualquer um. Os fantasmas que caminham aqui tem sentimentos vazios, ações monótonas e corações que já não batem. São irreais, espíritos de pessoas que vivem sem realmente viver e que vagam pela terra buscando aprovação alheia e por isso nem se olham no espelho. Eles não possuem imagem e nem se reconhecem, e então choram mesmo que fantasmas não sintam dor. Gostam do céu nublado e gostam do escuro que oculta suas faces sem expressão. Gostam do frio, gostam de ser admirados. São apenas espectros de homem e uma repres…

Uma breve explicação

Não é falta de inspiração, de jeito nenhum, ora, nem pense nisso. São desconhecidos até por mim mesma os motivos pelos quais não tenho escrito, fadiga da mente para com qual as palavras eu diria caso precisa-se dar um nome. É, eu sei. Sei que faz tempo que esperas um novo texto, mas para quem já esperou tanto seria bobagem desistir agora. Prometo me esforçar, abandonar essa fadiga que me consome e quem sabe com sorte fazer novamente surgirem algumas palavras, tais palavras que permanecem escondidas já a algum tempo e que em algum momento terão de sair.  Deixe me apreciar mais os momentos, viver o que eu escrevo ao envez de escrever o que eu vivo. São palavras bonitas, as vezes, não? Permita que eu as aplique em minha vida, para que assim, depois de admirar tanto um céu azul eu tenha detalhes para descreve-lo, descrever o que é ser feliz sentindo apenas felicidade.

Me perdoe

Imagem
Eu chorei ontem de ontem, e ontem, e hoje. Chorei não pela dor, mas pelos momentos sem ela que não terei de volta. Chorei por aquilo que foi bom, porque se eu não tivesse provado do melhor não sentiria falta em não te-lo. Eu te amo, sabe? E não digo isso na esperança que você sinta pena, ou culpa, e me perde. Não quero te obrigar, não quero ser feliz trancafiando seu coração ao meu, quero que fique por vontade própria. Peço então, que não esqueça as feridas que lhe causei, mas que as deixe cicatrizar e que aprenda com elas. Quero que seja feliz, da melhor maneira que puder se é que algum dia poderá ser. Quero que você chore a noite, e me odeie com todas as forças possíveis,

Se eu lhe amo ?

Imagem
Se eu lhe amo ? Por que queres saber disto? O que tens você haver com o que há em meu coração? Devo-lhe alguma satisfação? Acho que não. Não, não me preparei para isto ainda, não imaginava que está hora ia chegar. Por que está me olhando desse jeito? Essa sua expectativa só me deixa mais atônito, mais vidrado na minha própria confusão. Vire o rosto, pare de me consumir com estes seus olhos,  não piore a situação. Por que tinhas que perguntar isto? Por que? Ora, não basta estarmos juntos e sermos felizes? O que queres ouvir de mim, o que este sim ou não mudará em sua vida ? Por que complica tudo? Não sei, não sei se te amo, não sei se o que sinto é amor. É mais que gostar, eu sei, mas seria toda essa felicidade o amor, ou todo este amor a felicidade? Como não sei só me abraçe, e não saia de perto de mim. Eu preciso de você, por favor continue sorrindo assim, e sim, eu te amo, então fica